Do trabalho pra casa | O dia-a-dia da vida real!
Do trabalho pra casa

Do trabalho pra casa

Playlists
Cidadania Portuguesa
Meus livros

Desafio Criativo #11: 3 coisas que amo no meu bairro

O Desafio Criativo continua a todo valor. A proposta do tópico 11 era falar 3 coisas que eu amo no meu bairro.

Moro na Bela Vista, entre a Avenida Paulista e o Centro de São Paulo, numa rua paralela à Avenida Brigadeiro Luis Antonio. Nessa região, também está localizado o Bixiga, um dos mais tradicionais bairros da capital. Essa divisão não é oficialmente reconhecida, então vamos dizer que o Bixiga fique dentro do distrito de Bela Vista. Algo assim.

A região foi formada por imigrantes italianos, que trouxeram várias tradições pra região, especialmente as cantinas. Também é o bairro onde está a sede da Vai-Vai, escola de samba paulistana. Essa parte não me anima muito, mas a gente supera.

Mas além dessa história, tem algumas coisas no bairro que eu realmente gosto. E é sobre isso que vou falar nesse tópico do Desafio Criativo.

Perto de tudo

Uma das vantagens de onde eu moro é a quantidade de estabelecimentos comerciais ao redor. No quarteirão em frente ao meu prédio temos uma lavanderia, um restaurante japonês, uma loja de produtos de limpeza, uma pizzaria (linda!) e uma casa de cereais. Na rua de trás, várias cantinas. Também tem o pet shop que o Jake vai, que é super perto, mercados (Dia, Carrefour Express, Mini Extra) e hospitais (9 de Julho, Oswaldo Cruz, Santa Catarina, Pérola Byiton). Morar num lugar assim é uma baita mão na roda!

Bem localizado

O Apêzinho 73 (meu apartamento, no caso) não está no prédio mais novo da região. Aliás, o bairro é antigo, então prédios novos começaram a surgir há pouco tempo. Mas eu acho ele super bem localizado. Além da facilidade de transporte, por estarmos na rua paralela à Brigadeiro Luis Antonio, estamos perto da Paulista. Dá pra ir andando, coisa de 10 minutos. Também estamos muito perto do bairro da Sé e é possível ir até a avenida principal da Liberdade andando. Não estamos na muvuca, mas não estamos no fim do mundo.

Tranquilo

Algumas regiões de São Paulo tem problemas com os bailes funks ou bares, que podem ser um transtorno. Isso sem falar na violência de alguns bairros. Ali na Bela Vista, pouco se ouve de barulho à noite. Às vezes uma ou outra ambulância que passa aos berros, por conta da proximidade com os hospitais. Mas no geral, não temos grandes problemas, nem com violência, nem com perturbações.

Já pensamos e até pesquisamos outros locais, na esperança de encontrarmos uma região mais barata. Mas não é fácil sair da Bela Vista. Super recomendo para quem estiver a procura de um cantinho pra morar.

Acompanhe o meu Desafio Criativo

Se você chegou agora e não sabe muito o que está acontecendo, eu te conto: o Desafio Criativo é uma atividade proposta pelo Carinhas, da Melina e do Raphael. São 30 posts, um por dia, com atividades pré-definidas. Você pode participar do desafio através da página deles.

Caso queria ver todos os meus posts do Desafio Criativo, é só clicar aqui.

Desafio Criativo
Desafio Criativo #10: 4 lições de vida em 4 frases
Desafio Criativo #9: 3 objetos que eu adoro
Desafio Criativo #8: minha carteira

Desafio Criativo #10: 4 lições de vida em 4 frases

DESAFIO CRIATIVO #10: 4 LIÇÕES DE VIDA EM 4 FRASES

Vou falar, esse Desafio Criativo do Carinhas não é muito fácil. Aliás, é bem mais difícil do que parece. Ele nos coloca para pensar e refletir até nos últimos anos das nossas vidas. É um exercício interessante e, ao mesmo tempo, assustador. O autoconhecimento é algo que pode ser maior do que imaginamos.

No 10º tópico, a ideia era resumir 4 lições de vida em 4 frases. Não achei difícil escolher as lições em si, mas lembrar do significado delas, me fez voltar uns anos na minha vida.

"O melhor presente nem sempre é o mais caro"

Isso fez muito sentido pra mim num Natal, em meados de 1998, quando minha avó me deu um álbum de fotos de presente. Lembro que ela disse que não tinha dinheiro, que era só uma lembrancinha. Mas que, se tivesse alguma coisa especial que eu quisesse comer, ela faria. Foi nessa hora que eu vi que não importavam os presentes, os momentos que eu passei com ela foram os mais valiosos. E são até hoje.

"Acima de tudo, você"

Minha psicóloga tem repetido muito isso nas últimas sessões. Que eu sou mais importante, que eu tenho que cuidar de mim. E é verdade. Principalmente porque, se eu não me importar comigo, quem irá? Se eu não cuidar de mim, não me tratar bem, por que os outros teriam que fazer isso?

"O seu limite é você quem define"

Se tem algo que você não quer fazer, não faça! Você não precisa agradar ninguém e nem ir a lugares, conviver com pessoas ou fazer determinadas coisas que não te agrada. Sendo assim, foca na frase de cima, ela completa essa!

"A mentira não compensa, um dia a máscara cai"

Não pense que fulano ou ciclano passará despercebido. Ninguém sustenta uma mentira a vida toda. Uma hora a pessoa dá um escorregão e mostra a que veio. Por isso, seja sempre você! Mesmo que muitos não gostem, você não está aqui pra agradar as pessoas, mas para viver, aprender e evoluir.

Acompanhe o meu Desafio Criativo

Se você chegou agora e não sabe muito o que está acontecendo, eu te conto: o Desafio Criativo é uma atividade proposta pelo Carinhas, da Melina e do Raphael. São 30 posts, um por dia, com atividades pré-definidas. Você pode participar do desafio através da página deles.

Caso queria ver todos os meus posts do Desafio Criativo, é só clicar aqui.

Desafio Criativo #11: 3 coisas que amo no meu bairro
Desafio Criativo #9: 3 objetos que eu adoro
Desafio Criativo #8: minha carteira

Desafio Criativo #9: 3 objetos que eu adoro

O Desafio Criativo hoje é sobre objetos que tenho em casa e que sejam meus favoritos. Antes de continuarmos, queria apresentar pra vocês o Instagram do meu apartamento: o @apezinho73. Sim, eu sou do tipo de pessoa que tem conta pra tudo nessa vida, desde a minha pessoal, até a do meu cachorro. Atualizo? Quase nunca. Mas tá lá (sigam!).

Nós não temos muitos objetos de decoração aqui, ou que sejam "fora do normal", tipo móveis/eletrodomésticos básicos. Mas algumas coisas que eu coloquei nos últimos tempos me deixaram feliz.

Mural

3 objetos que eu adoro

Já fazia um bom tempo que eu estava de olho nesses painéis de ferro. Quase comprei pela internet uma vez, mas o preço que estavam cobrando era um pouquinho salgado. Achei esse na 25 de Março, quando fui com a minha mãe há alguns meses e acho que paguei em torno de R$25. Ele não é muito grande, mas pro espaço que tenho aqui, é ótimo! Comprei o branco, porque fica mais harmonioso com os móveis que estão perto (escrivaninha, mesa de jantar) e são da mesma cor. Tirando as fotos do Jake e da minha avó, as imagens vieram com ele, assim como os grampinhos. Estou em busca de mais pregadores, pra deixar meu muralzinho bem fofo. Até cheguei a ver um varal de led, com prendedores, mas ainda não decidi. Então enquanto isso, ele fica assim mesmo, na parede da sala.

Desafio Criativo #11: 3 coisas que amo no meu bairro
Desafio Criativo #10: 4 lições de vida em 4 frases
Desafio Criativo #8: minha carteira

Desafio Criativo #8: minha carteira

O tópico de hoje do Desafio Criativo era mostrar um pouquinho do que eu carrego na minha carteira. Então lá fui eu, desmontar a bichinha, pra compartilhar com vocês sobre essa parte da minha vida.

Eu sou ligeiramente apaixonada por carteiras. Se começarmos a fuçar no meu armário, vamos encontrar várias, de todos os tamanhos e cores. A que estou usando atualmente é a Carteira Brownie Vermelha Warm Red Kipling, que eu ganhei de Natal do meu pai no ano passado (ela é da coleção de outono de 2017). Eu estava com ele na loja, então escolhi o modelo e a cor. A carteira é um pouco grande, tem vários compartimentos, alguns meio escondidos e mais protegidos. Mas não é muito indicada para quem gosta de bolsas pequenas, porque ela realmente não vai caber.

O que tem na minha carteira
Desafio Criativo #11: 3 coisas que amo no meu bairro
Desafio Criativo #10: 4 lições de vida em 4 frases
Desafio Criativo #9: 3 objetos que eu adoro

Desafio Criativo #7: o que me inspirou

O tópico de hoje do Desafio Criativo traz um pedido bem especial: em 5 linhas, preciso escrever o que me inspirou no dia. E eu venho olhando tanto ao redor e pensando tanto nisso, que não sei como farei caber num espaço tão pequeno.

Primeiramente, vou contar rapidinho o que vem acontecendo, pra dar um contexto: mudei de setor no trabalho há 2 meses e fui para um "em construção". Temos o que precisamos, mas ainda falta aquele entendimento de que somos uma equipe. Coisa que eu tinha em outros setores por onde passei. Estávamos pensando muito só no que era importante para nós, não no que era prioridade para os colegas. Por esse motivo, estamos trabalhando para mudarmos essa percepção dentro da nossa área. E é quase um desafio criativo encaixar todo mundo na mesma página.

Hoje tivemos uma reunião grande, para falarmos de um projeto (secreto!). E o ambiente que criamos é o que eu vou contar no meu sétimo tópico do desafio criativo.

O projeto está no começo, mas sabemos o que queremos. Na sala de reunião, engenheiros, analistas, atendentes e designers pensam juntos. E é inspirador ver como cada um tem uma visão diferente, mas que leva à mesma experiência. Que magia incrível acontece quando várias cabeças pensam juntas! Se pessoas tão diferentes sentassem mais vezes para conversar, abertas a ouvir o que o outro tem a dizer, talvez vivêssemos num mundo melhor. Com mais tolerância e menos dedos apontados. E com mais amor!

Acompanhe o meu Desafio Criativo

Se você chegou agora e não sabe muito o que está acontecendo, eu te conto: o Desafio Criativo é uma atividade proposta pelo Carinhas, da Melina e do Raphael. São 30 posts, um por dia, com atividades pré-definidas. Você pode participar do desafio através da página deles.

Caso queria ver todos os meus posts do Desafio Criativo, é só clicar aqui.

Desafio Criativo #11: 3 coisas que amo no meu bairro
Desafio Criativo #10: 4 lições de vida em 4 frases
Desafio Criativo #9: 3 objetos que eu adoro

Desafio Criativo #6: um lugar na cidade

Quando comecei o Desafio Criativo, pensei nas possibilidades que ele me traria. Da mesma forma que me permitiria compartilhar fatos sobre mim, ele me faria sair um pouquinho da minha zona de conforto. E o sexto tópico era um que eu estava esperando ansiosamente.

Apesar de morar em São Paulo há 2 anos e meio, confesso que raramente saio de casa. Sou muito tatuzinho, fico na minha toca e, no restante do tempo, estou fora trabalhando. Obviamente isso não é certo, mas a vida segue assim. Nas vezes que saí, foi mais para ir ao centro da cidade (Rua Direita, Sé, Liberdade, Mercado Municipal, 25 de Março…), mas nada que fugisse desse roteiro.

No entanto, passo pela Avenida Paulista todo santo dia, duas vezes: na ida e na volta do trabalho. E foi numa dessas "idas e vindas" que eu notei um lugar diferente lá. Por conta disso, o tópico de hoje pedia para escolher um lugar interessante na cidade, ele caiu como uma luva.

A Casa das Rosas me chamou a atenção pelo jardim florido que tem no quintal. Vi de dentro do ônibus, num dia qualquer. Fiquei observando. No dia seguinte, olhei novamente e pensei: preciso descobrir o que é isso aqui. Rosas me trazem boas lembranças, por ser o tipo de flor que minha avó mais gostava. Ela tinha alguns pés no jardim dela e, por mais que eu achasse que ela não curtia muito, sempre cortava uma para que eu pudesse presentear minha professora.

Desafio Criativo #11: 3 coisas que amo no meu bairro
Desafio Criativo #10: 4 lições de vida em 4 frases
Desafio Criativo #9: 3 objetos que eu adoro

Desafio Criativo #5: uma receita que considero difícil

Vamos falar com sinceridade aqui: eu não sei cozinhar. Então o Desafio Criativo foi bem cruel dessa vez. Sei fazer um miojo ficar bom, mas ele pode desandar e ficar com gosto de nada também. Então quando vi esse tópico, quase chorei.

Sério, o negócio foi tão tenso que nem consegui fotografar os "meios", só o resultado final. E não é bonito, apesar de estar super saboroso. Ontem fiquei pensando em receitas com frango, já que, além de comida de cachorro, é a única coisa que tem no meu freezer (e pão de queijo, mas isso não conta muito). A ideia inicial era fazer um fettuccine alfredo com frango, brócolis e bacon, que vi no site Julia's Album (clique aqui para ver em inglês), mas né? Se eu às vezes erro o ponto do miojo, imaginem de um prato elaborado desses. Fora o tanto de panela que teria pra lavar depois. Não dá não!

Então optei por um peito de frango desfiado pra comer com pão. Super gourmet, disponível em vários food trucks inclusive. Enquanto preparava meu singelo prato, minha mãe sugeriu que eu colocasse tomate e fizesse tipo recheio de coxinha. Na hora desconfiei que aquilo fosse dar certo, mas é uma receita que ela faz há anos. Ent

ão fui na onda e resolvi essa questão. Segue a receita:

Frango desfiado com tomate

Desafio Criativo

Daora é a foto super produzida! #SQN

Ingredientes:
1 peito de frango desossado

1 tomate

1 copo (200ml) de água

Cebolinha picada

Sal e pimenta

Óleo

Modo de fazer: a maneira mais fácil para desfiar o frango, é cozinhá-lo na panela de pressão. Depois que a panela começa a fazer barulho, deixo por 15 minutos. Aí, é só tirar toda a água, voltar o peito de frango pra panela, fechar e sacudir muito. Ele vai soltar sozinho. Reserve o frango.

Pique meio tomate e refogue na panela com um pouquinho de óleo (bem pouco mesmo). Quando ele já estiver meio murcho, jogue o frango. Tempere com sal e pimenta, misture tudo e acrescente a água, pra formar um molhinho. Minha mãe sugeriu colocar salsinha, cebolinha e esses temperinhos verdes. Como não gosto muito, joguei coisa de uma colher de chá de cebolinha picada, que achei no congelador, rs.

Desafio Criativo #11: 3 coisas que amo no meu bairro
Desafio Criativo #10: 4 lições de vida em 4 frases
Desafio Criativo #9: 3 objetos que eu adoro

Desafio Criativo #4: 10 músicas que eu adoro

Dei uma pausa no Desafio Criativo ontem por motivos de: passei a tarde com uma amiga, que voltou pra Irlanda. Era mais do que justo que eu esquecesse alguns "compromissos" pra curtir as últimas horas dela no Brasil, né? Mas segue o baile, que a música tá chegando.

Nesse quarto dia de desafio, eu precisava montar uma playlist com 10 músicas que eu adoro. E foi fácil escolher, o difícil foi chegar em apenas 10 músicas. Eu tinha pensado em várias para colocar, mas no fim, elas acabaram ficando de fora. É claro que eu tive que fazer quase uma playlist de show né? Começa com músicas bonitinhas, aí fica triste, aí volta pro grande desfecho (eu preciso ser estudada, sério!).

Minha lista de 10 músicas tem:

  1. Desafio Criativo Closer – The Chainsmokers, Halsey
  2. Compass – Lady Antebellum
  3. Nervous – Shawn Mendes
  4. Bubble Wrap – McFly
  5. V0cê Não Banca O Meu Sim – Sandy & Junior
  6. I Did Something Bad – Taylor Swift
  7. Duras Pedras – Sandy
  8. Thy Will – Hillary Scott & The Scott Family
  9. King Of My Heart – Taylor Swift
  10. Perfect Symphony – Ed Sheeran & Andrea Bocelli

Algumas músicas foram escolhidas porque eu gosto, outras por terem algum significado. Duras Pedras, por exemplo, tem a frase "aceito os meios pra alcançar o fim", que é o meu lema. Thy Will é uma canção muito bonita, com uma letra forte. E a Hillary é a vocalista de Lady Antebellum, que eu trouxe com Compass, uma música alegre, com ritmo gostoso.

É a minha playlist mais completa? Não. Faltaram muitas outras, que me partiram o coração não colocar. Mas a proposta eram apenas 10 músicas, então achei que seria válido trazer essas pro blog hoje. Fazia sentido. Mas pela tag #PlaylistDaVez dá para ter uma ideia do que eu tenho escutado.

Acompanhe o meu Desafio Criativo

Se você chegou agora e não sabe muito o que está acontecendo, eu te conto: o Desafio Criativo é uma atividade proposta pelo Carinhas, da Melina e do Raphael. São 30 posts, um por dia, com atividades pré-definidas. Você pode participar do desafio através da página deles.

Caso queria ver todos os meus posts do Desafio Criativo, é só clicar aqui.

Desafio Criativo #11: 3 coisas que amo no meu bairro
Desafio Criativo #10: 4 lições de vida em 4 frases
Desafio Criativo #9: 3 objetos que eu adoro

Desafio Criativo #3: uma viagem de fim de semana

Quando vi o terceiro tópico do Desafio Criativo, confesso que fiquei meio mimimi. Primeiro porque faz um tempinho que eu não viajo (money que é good nóis não have, já diziam os Mamonas Assassinas). E segundo porque eu escolhi uma cidade que me traz muitas lembranças. O terceiro tópico é para falar de uma viagem que eu queria fazer nesse final de semana.

O lugar que eu queria muito ir nesses próximos dias (ou em todos, se possível), é para Campos do Jordão. A cidade, que fica a 173km de São Paulo, é conhecida como "a Suíça brasileira". Se tornou um dos meus lugares favoritos logo na minha primeira visita. Além do charme da cidade, foi lá que eu realmente encontrei o frio.

Campos do Jordão não é muito grande (tem coisa de 50 a 60 mil habitantes) e costuma atrair muitos – muitos mesmo! – turistas durante o inverno. Nessa época, ocorre o famoso Festival Internacional de Inverno, mas não se engane: a cidade é incrível o ano todo. Por conta da altitude, ela consegue fugir um pouco da poluição que viaja pelos ares, garantindo um pouco de ar puro pra galera.

O que fazer em Campos do Jordão

Desafio Criativo 3

Só depois que comecei a montar esse post do Desafio Criativo é que me toquei que não tenho muitas fotos. Então separei alguns posts da Tamara, do blog Caramelow, que vale muito a pena ver. Além das ideias de passeios, as fotos são maravilhosas!

Mais do que apenas um tópico do meu terceiro post do Desafio Criativo, Campos é um lugar que me traz muita saudade. Foi lá, por exemplo, que comprei minhas primeiras roupas para o intercâmbio que fiz no Canadá (o primeiro, no caso). Lembro até hoje a loja, as peças, a expectativa. Se eu não me engano, fomos num feriado, mas era bem fora de temporada. A cidade estava mais vazia, conseguimos curtir lugares que ficam lotados em julho (tipo a Cervejaria Baden Baden, que é ponto obrigatório).

Acompanhe o meu Desafio Criativo

Se você chegou agora e não sabe muito o que está acontecendo, eu te conto: o Desafio Criativo é uma atividade proposta pelo Carinhas, da Melina e do Raphael. São 30 posts, um por dia, com atividades pré-definidas. Você pode participar do desafio através da página deles.

Caso queria ver todos os meus posts do Desafio Criativo, é só clicar aqui.

Desafio Criativo #11: 3 coisas que amo no meu bairro
Desafio Criativo #10: 4 lições de vida em 4 frases
Desafio Criativo #9: 3 objetos que eu adoro

Cidadania Portuguesa: as transcrições

Depois de encontrar os documentos que me permitiam conseguir a cidadania portuguesa, me joguei em busca de informações sobre o primeiro passo. E tudo começa com a boa e velha transcrição.

Quando minha bisavó veio ao Brasil, ela era solteira. Se casou aqui, teve filhos e faleceu, mas nunca atualizou as informações no Consulado de Portugual. E convenhamos: obter a cidadania nada mais é do que isso. Uma atualização de dados. Por isso, antes de dar entrada no processo do meu avô, foi necessário transcrever o casamento e o óbito de Maria em seu país de origem. Eu sei que algumas pessoas optam por dar entrada direto por Portugal, mas como eu fiz pelo Consulado, vou falar sobre esse meio de atendimento.

Eu achei o processo de transcrição bem tranquilo. Mas acho que isso só ocorreu porque eu garanti que tivesse os documentos pro processo inteiro do meu avô (clique aqui e veja como consegui os documentos). Desde a transcrição até a cidadania. Obviamente, tive que fazer uma ou outra correção. Mas qualquer coisa que o Consulado precisasse, eu já sabia onde conseguir. Então fica uma dica valiosa: antes de iniciar qualquer coisa da sua cidadania portuguesa, tenha tudo em mãos.

E eu só precisei transcrever o casamento porque minha bisavó era portuguesa. Como meu bisavô declarou o nascimento dos filhos, eu precisava provar que meu avô era filho da Maria. E essa prova começou com o casamento deles.

Cidadania portuguesa: os documentos
Cidadania portuguesa: você tem direito?
Cidadania portuguesa: o começo
Página 1 de 3
123